Metodologias de Estudo

Hoje, na TSF, uma jornalista mostrou, de forma inequívoca, se dúvidas existiam, que o centro de estudos da Universidade Católica Portuguesa está muito “à frente”, tanto nos resultados obtidos, como nas metodologias supostamente utilizadas, para a produção dos resultados.



A jornalista dizia, então, que o vício do jogo (cartas, slot machines…) faz cada vez mais vítimas em Portugal. Foram, nas suas palavras, “inquiridas 500 pessoas”, destas 500 pessoas, “16%” revelaram, segundo o estudo, estar dependentes do jogo. Destes 16% de dependentes, “20% declararam não estar condicionados pelo jogo”, “24% referiram já ter tido problemas no trabalho”, “ 15% divorciaram-se e registam-se mesmo 2% de suicídios”.

2% De suicídios? Como é que terão chegado a este número? Inquiriram os mortos? Inquiriram as pessoas na fase pré suicida? Leram as cartas de despedida? Eu não digo que os métodos da Católica são muito “à frente”? Pelos menos para a jornalista.

Hugo Dionísio
Reacções:

0 comentários: